09 julho 2016

2016 Inglaterra e Balcãs - Budva

Acomodados, fomos à praia de Mogren, vizinha. Lotada. Bonita, mas graças ao grande penhasco atrás da praia, boa parte dela fica na sombra relativamente cedo. Depois de cochilar, meio sorumbático, fui para casa. À noite, descemos ao centro para jantar no ex-Picasso. Foi bem gostoso, preços bons e porções gigantes. Teve até pedido de casamento! Depois, fomos ao Casper tomar um drink. E boa noite! 

09/07 Sábado 

Eu e Si descemos ao supermercado vizinho para as compras de café da manhã. Depois de comermos, pegamos o bus para Ploce, uma praia com ampla estrutura, até piscinas. Percorremos o beach club, descobrimos a "prainha da Simone", e passamos o dia. Voltamos com uma dona que ofereceu carona cobrada, mas não falava inglês. Bem engraçado. Demos uma olhada em lojinhas e descansamos. Tomamos nossa cidra já tradicional. Jantamos no Porto, uma certa confusão inicial causada por um grupo italiano. Mas logo resolvido, ganhamos até as bebidas por conta da casa. Estava bem gostoso. Depois, um drink no Casper. 

10/07 Domingo 

Tomamos café e tomamos o mesmo ônibus de ontem, mas para a praia de Jaz hoje. Bem mais calma que ontem. Ficamos lá até o mesmo horário de sempre. Voltamos, descansamos e jantamos no Kod Krsta. Médio. Eu e Si fomos assistir a última metade da final da Eurocopa (acredite se quiser). Depois, arrumar malas pro retorno a Londres. 

11/07 Segunda-feira 

Levantamos cedo e pegamos o transfer até o aeroporto de Tivat, perto. Avião pequeno, mas tudo ok.

05 julho 2016

2016 Inglaterra e Balcãs - Kotor

Chegamos um tanto atrasados. Pegamos um táxi até nosso apto, na região de Dobrota. Chegamos fácil, Kotor é uma cidadezinha à beira da baía, super charmosa. Rafa já havia chegado e nos esperava no apê. Juntos, saímos pra almoçar, no restaurante Elas. Bem local, a diferença de preços para Dubrovnik gritava! Bem mais barato! Refastelados, tomamos o caminho de volta, e paramos logo em frente de casa, num dos milhares de pontos de prainhas. Nessa, a frequência era toda local, senhores e senhoras e crianças, uma espécie de colônia de férias ao ar livre e grátis. O clima e a vista eram maravilhosos. Ficamos ali até o pôr do sol. Depois, descansados e banhados, buscamos novo restaurante, eu e Rafa. Jantamos no Bonita, bem barato também. E casa! 

05/07 Terça-feira 

Rafa combinou um táxi, e, depois do café, Ivan (casado com a prima de Danjella, dona do apto) nos levou até Žanjice. Muito simpático. Uma 40 minutos depois, chegamos na praia, super bonita e tranquila. O serviço era bom e barato. Comprei uma boia de deitar e me esbaldei :) Eu e Si pegamos um barco até a Blue Cave, muito bacana nadar no azulão! Depois, almoçamos tardiamente no Ribarsko Selo, recomendado pelo Ivan, bacanudo e exclusivo. Foi bem gostoso. Infelizmente, na hora de ir embora, não pudemos pedir o transfer até o iate, como era o hábito local... Ivan nos pegou de volta e fomos para nossa prainha, e depois descansar um pouco. Eu e Si fomos jantar num rest na orla, bem normal. 

06/07 Quarta-feira 

Café tomado, Ivan nos buscou com destino a Plavi Horizonte, mais próxima um pouco. Como ele havia falado, é uma praia bem mais popular, provavelmente porque é de areia. Foi bom mesmo assim, eu e minha boia adoramos. Os meninos almoçaram por ali. Eu curti a água. Na volta, fomos para casa. Uma big tempestade. Depois que parou, eu e Rafa fomos andar de bike. Bem gostoso. Fomos até o fim do caminho e voltamos até a cidade velha, quando fomos pegos. Pela chuva torrencial. Após um tempo, decidimos voltar mesmo debaixo d'água. Embalei celular e máquina na mochilinha e voei pelo caminho. Foi revigorante! Descansamos e fomos jantar num rest vizinho, bem ruim na verdade... 

07/07 Quinta-feira 

Hoje acordamos mais cedo e descemos para a cidade. Um mini centrinho, subimos as muralhas, muito mais íngremes e altas. Mas o trajeto não foi tão extenuante como pensei e a vista da Baía de Kotor é extremamente recompensadora. Descemos, passamos no mercado para cerejas e ameixas. Mais uma voltinha, e agendamos um passeio de barco até a ilha Our Lady in the Rocks e Perast. Ainda era cedo, e, para fazer hora, fomos ao mini shopping. Depois, cochilamos no barco, e fizemos o passeio. Nada demais. Bem sem-graça. Voltamos e os meninos foram para casa. Eu, para nossa prainha, que eu realmente adorei. Fiquei lá refletindo e meditando até o poente. À noite, fomos ao centrinho, jantamos no Old Town Pub Kotor. Depois, uns drinks, pós jogo da Eurocopa.

08/07 Sexta-feira 

Depois do café, fui à prainha para o mergulho de despedida. A turminha de vizinhos e crianças não estava lá pois só vão à tarde. Foi bom mesmo assim. Depois, Petar, o filho de Danjella nos levou até Budva.

01 julho 2016

2016 Inglaterra e Balcãs - Dubrovnik

Cheguei tranquilo, apesar do atraso. Peguei o ônibus até o Pile Gate, de lá subi a pé de mala e cuia ao apto, muitos degraus acima. Mas de boa. Me recuperei e desci para uma volta. Jantei uma pizza excelente na Mea Culpa. Não tão barato. Umas fotos da belíssima cidade murada e casa. 

01/07 Sexta-feira 

Acordei e tomei um café rápido na padaria escadaria abaixo. Fui para Banje, a praia mais próxima, já que a Si havia combinado de chegar umas 12h e eu teria que subir de volta ao apto. Tomei sol junto com as famílias, ainda era cedo pros jovens, é uma praia bonita, sem luxo, mas com uma bela vista para a cidade velha. Conectei instavelmente num wifi aberto e recebi a notícia que o vôo da Si fora cancelado. Nesse caso, fui pro píer e peguei um barco para a ilha mais próxima, Lokrum. Linda, nos moldes clássicos croatas, pedras, mar transparente, vegetação pujante. Caminhei pela ilha, tomei sol e nadei em vários pontos. Muito bonita mesmo. Voltei no fim do dia, ainda longe de anoitecer, no entanto. Fiz o trajeto ao longo das muralhas, no qual a cidade se mostra o mais fotogênica possível : é maravilhoso! Depois, subi para casa, descansei e me arrumei, para jantar no Domenica, uma lasanha de vegetais não muito boa. Com a Internet meio errática, àquela altura já estava meio solitário e saudoso. Voltei para dormir. 

02/07 Sábado 

Si deu notícias e avisou que chegaria umas 14h. Desci para Banje, curti a praia. Voltei para esperá-la, atrasou um pouco. Depois de acomodada, fomos à cidade, uma volta e uma parada no Buza, um bar na beira da muralha, ponto de banhistas urbanos. Excelente vista e mergulho! Continuamos, depois Si fez o trajeto das muralhas também, eu esperei perto da fonte. Na volta, subimos no teleférico, para uma vista extraordinária no entardecer. Voltamos para nos arrumar e descansar um pouco. Depois, jantar, no Ragusa 2, com a hostess senhorinha simpática. Razoável mas caro. Depois, sentamos na Stradum, assistindo o movimento dos transeuntes, pessoal indo para baladas, bem engraçado. Por. Fim, casa para os dois velhinhos ;) 

03/07 Domingo 

Depois do café, sugeri à Si que visitasse Lokrum, já que seria nosso último dia. Ela tomou o barco, e eu peguei um bus, rumo a praia de Copacabana (!). Caminhei por toda orla, vários beach clubs, praia de Cava. Passei o dia mergulhando e tomando sol, com a companhia de locais (são praias menos turísticas). Voltei de bus, bem fácil, e subi para o apto. Si chegou, noa arrumamos e jantamos no Mea Culpa. Na praça, um show com uma bandinha tocando Beatles, superlegal. Depois, cama. 

04/07 Segunda-feira 

Rapidamente, nos arrumamos e descemos com as malas pro Pile Gate. Tomamos. Um táxi até a estação de ônibus, compramos um lanchinho qualquer. O bus foi tranquilo, exceto pelo motorista, que assim que cruzou a fronteira Croácia - Montenegro (controle de passaportes, etc), fumava sem fim dentro do ônibus!
Ocorreu um erro neste gadget